segunda-feira, 10 de agosto de 2015

SERÁ POSSÍVEL TER ESPERANÇA EM MEIO A ESTA CRISE?

Infelizmente o nosso país passa por momentos muito delicados e preocupantes, a atual crise tem tirado o sono de muita gente. Que tipo de crise? Talvez alguém questione. Uma conjuntura perigosa que atinge a sociedade em vários aspectos:

1º Aspecto Político - ninguém acredita mais nos políticos brasileiros e em suas promessas vãs. Exemplo recente foi a candidata ao governo federal que prometeu por ocasião da campanha tomar determinadas medidas e tem feito exatamente o contrário. Todos os brasileiros estão cansados deste grupo que atrapalha mais do que ajuda, talvez eles estejam precisando fazer uma visitinha a Suécia para aprenderem um pouquinho acerca dos seus papéis a desempenhar diante de uma sociedade verdadeiramente democrática e que busca incessantemente oferecer uma melhor qualidade de vida para todos, sem exceção. Pior do que a crise em si na política atual é não conseguirmos identificar novas lideranças, nas esferas federal, estadual e municipal que nos ofereçam confiabilidade e esperança de experimentarmos dias melhores. Necessita-se urgentemente de novos líderes com princípios éticos e morais, com capacidade técnica e profissional, dotados de verdadeiro patriotismo que os façam agir não por interesses próprios, ou escusos, mas sejam altruístas, tomando medidas que visem o bem comum da nação.

2º Aspecto Econômico - o fantasma da inflação experimentado por longos anos no passado começa a ressurgir dificultando a vida de todos. Não precisa ser um diplomado para entender aonde este assistencialismo irresponsável iria nos levar, alguém tem que trabalhar e produzir neste país, mas o fardo fica cada vez mais pesado para a classe média que acaba pagando esta conta através de impostos cada vez mais elevados. Quem não consegue enxergar que alguém ressuscitou disfarçadamente o voto de cabresto? Outro fator preponderante para chegarmos neste estado foi a falta de gestão pública e o pior que eles não tem a coragem de assumirem o erro, colocando a culpa em Deus e na natureza: São as poucas chuvas e a grande estiagem que nos obrigaram a reajustarmos a energia elétrica nestes percentuais tão elevados, afirmam descaradamente.

3º Aspecto Social - os planos atuais das “bolsas-fam-pres-etc” são realizados de forma inconsequente, sem controle e incentivando as pessoas assistidas a viverem de forma improdutiva e acomodadas tendo uma visão medíocre da realidade do mundo. Diante de uma escassez de recursos no mundo inteiro, ao invés de realizarem um programa de conscientização para a população menos favorecida acerca da importância de um controle de natalidade, incentivam, através destas “bolsas”, as famílias a terem cada vez mais filhos. Uma assistência social completa é aquela que não só oferece uma bolsa esmola, mas oferece qualificação acessível para todos, oferecendo-lhes a oportunidade de obterem um emprego digno, saúde e educação de qualidade e outras.  

4º Aspecto Comportamental  - ser honesto hoje no Brasil, tem sido uma tarefa cada vez mais difícil, pois a corrupção adentrou sorrateiramente em todos os setores da nossa sociedade. Moral e bons costumes parecem coisas de pessoas ultrapassadas que habitaram o planeta terra há centenas de anos. É muito triste chegarmos à conclusão de que o nosso grande problema é oriundo de um caráter avariado, caráter que outrora era forjado através de famílias estruturadas que preparavam os seus filhos para se tornarem bons cidadãos. O nosso país é muito rico, só não se pode prever até quando esta riqueza durará, com tanta roubalheira existente, lembrando que grande parte desta riqueza produzida é oriunda de fontes esgotáveis, um dia ela vai acabar. 
O problema da sociedade tem origem a partir dos lares, parece que a atual administração federal almeja destruir a família pelas ações constantemente contrárias a mesma, talvez porque acreditem que se acabar com as bases familiares, elas conseguirão manipular com maior facilidade a massa.
A grande mídia também é um braço forte da atual administração, contribuindo negativamente para destruir princípios éticos e morais, como por exemplo, a vasta informação manipuladora em relação ao homossexualismo, luxúria e outras depravações, que entram em nossos lares sem pedir-nos permissão.
A violência aumenta a cada dia e grande parte dos homicídios, latrocínios, roubos e etc., estão ligados ao narcotráfico. É muito fácil e simples lançarmos toda a culpa nos traficantes das comunidades mais carentes, porém o problema é muito maior. Este problema desnuda toda a sociedade que tem consumido cada vez mais e de forma desenfreada  drogas lícitas e ilícitas como possível solução para os seus problemas e uma busca incansável pela tão sonhada felicidade. Consumidores anônimos que fazem parte das variadas camadas sociais, atingindo inclusive pessoas de altos cargos públicos e empresariais. Por isto é bem mais fácil jogar toda a culpa nos menores infratores e nos vendedores deste produto altamente buscado por pessoas que na verdade deveriam estar sendo tratadas, pois estão muito doentes. O uso descontrolado de drogas não deveria ser caso de polícia e sim de saúde pública.
Se focarmos nesta realidade que nos envolve e nos consome aos poucos, com olhos meramente humanos, com certeza, não acreditaremos em mudanças que possam corroborar para deslumbrarmos um Brasil melhor “para todos”. Alguns afirmam sem medo de errar: não tem mais jeito, não há solução, não há mais esperança.  Será mesmo?
Existem três tipos de visão: A pessimista que vê as coisas sempre imaginando o pior, a mente deste tipo de pessoa sempre visualizará o caos; A realista que vê as coisas utilizando a razão, o intelecto, se utilizam dos gráficos estatísticos, dos cálculos, das probabilidades, consegue enxergar a realidade, sua mente é super sincera.
Mas existe a terceira visão que chamamos de otimista, este tipo de mente vê o invisível, enxerga o sobrenatural, sua visão apesar de não ser real é extremamente avançada, consegue visualizar não a imagem atual apenas e sim a vindoura. Não são guiadas pelos seus olhos, mas por suas mentes nutridas e fortificadas com a vitamina da fé. Um mesmo ser humano poderá desenvolver os três tipos de visões dependendo do alimento que ele estará fornecendo para a sua mente diariamente.
O profeta Jeremias estava vivendo num período de crises das mais variadas possíveis e ele escreve um livro com todas as suas lamentações por esta realidade cruel em que vivia. Talvez em alguns momentos ele tenha tido uma visão pessimista que o tenha levado a dar ênfase a crise. Em outros momentos talvez ele tenha tido uma visão realista, pois via algo que era, pelo menos para ele, muito difícil de se reverter.
Mas chega um momento em que ele confronta a sua própria mente dando-lhe uma ordem: Traga-me todas as informações possíveis que me possam oferecer esperança (Lm 3.21). A sua mente totalmente submissa começa a trazer memórias de um Deus que é capaz de realizar coisas impossíveis. Jeremias começou a nutri-la com memórias de um Deus que é chamado de “El Shaddai”, o Todo-Poderoso.                
Com sua mente cheia de Deus ele começa a ter uma visão não mais realista, muito menos pessimista, mas uma visão otimista crendo que aquele que criou todas as coisas existentes no universo tem o pleno poder para acabar com as crises, sejam elas quais forem, mudar realidades, voltar a trás em sentenças, até aquelas impostas por Ele mesmo , como  relatado no caso do Rei Ezequias (2 Rs 20).
A nossa esperança diante de tal realidade em nosso país não deve estar em líderes humanos, soluções humanas, capacidades humanas, mas no Senhor, que utilizará de seus próprios meios, sendo a sua vontade, transformar caos em ordem, tristeza em alegria, desespero em esperança.

Portanto nutramos a nossa mente a todo o momento com a vitamina certa que é a Palavra de Deus, pois a fé vem pelo ouvir e o ouvir acerca de Cristo (Rm 10.17) e enxergaremos além da crise, veremos a nossa vitória cabal ainda que seja somente na eternidade. Jesus é a nossa verdadeira esperança!!!!!!!!

SOLI DEO GLÓRIA
Juvenal Mariano de Oliveira Netto

6 comentários:

  1. Estou sempre aqui no Blog lendo os posts espero que continue comesse projeto pois tenho certeza que falará muito aos leitores que aqui passarem .
    Abracos

    ResponderExcluir
  2. A ideia é realmente esta, poder contribuir de alguma forma para edificação de vidas

    ResponderExcluir
  3. A ideia é realmente esta, poder contribuir de alguma forma para edificação de vidas

    ResponderExcluir
  4. A ideia é realmente esta, poder contribuir de alguma forma para edificação de vidas

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou casado com Nilcéia e temos duas lindas filhas. Me alistei no Exército de Cristo a cerca de 24 anos atrás. Desde então meu alvo é agradá-lo em tudo o que faço. Meu maior prazer é anunciar as boas notícias do Senhor Jesus, sendo um profeta (aquele que fala em o nome do Senhor) para esta geração.