domingo, 31 de maio de 2015

SERÁ QUE VOCÊ DESEJA MESMO “ZOAR”?


Havia num passado bem distante uma cidade cuja transgressão e promiscuidade eram tamanhas que chegaram ao trono do Altíssimo. Ele, o justo juiz, não poderia ficar inerte, insensível àquela tamanha podridão, talvez algo parecido com algumas coisas que presenciamos na sociedade deste tempo. Ele decidiu imediatamente tomar uma atitude, intervir, enfim, com muita tristeza nos olhos, pois a criação é a sua obra prima, destruir a cidade de Sodoma com todos os seus habitantes. Mas existia ainda um obstáculo, Ele não poderia destruir o “justo” juntamente com os ímpios. Então Ele resolve enviar seus mensageiros, os anjos, para alertar apenas uma família, que não era qualquer família, mas era uma família que tinha um parentesco bem próximo de seu grande amigo chamado Abraão. O estado daquela cidade era tão terrível que os homens quiseram abusar, sexualmente, até dos Anjos enviados por Deus. O fato mais importante, é que Deus tinha um escape, um refúgio, uma solução para Ló e sua família e a solução era caminhar para “ZOAR”. Em ZOAR estariam a salvo, livres, libertos totalmente da ira divina.
A cidade de ZOAR para nós hoje simboliza a nova Jerusalém, a cidade santa, preparada para todos os “justos”, para aqueles que foram justificados pelo sangue do Cordeiro.
Infelizmente, a mulher de Ló, apesar da grande manifestação do amor de Deus, em enviar os seus Anjos para resgatá-los, preferiu “OLHAR PARA TRÁS” e fracassou, sendo transformada em uma estátua de sal. A frase “olhou para trás”, em hebraico significa literalmente “demorou-se”. Para aquela mulher os desejos, a luxúria de Sodoma, foram mais fortes do que o desejo de alcançar a salvação, pois ela “demorou-se” em se decidir.
Existe hoje uma grande multidão que, infelizmente, estão como aquela mulher “demorando” muito em se decidir entre os prazeres, tipificados pela antiga Sodoma, que seriam os prazeres oferecidos pelo mundo hoje, ou a garantia da vitória, do livramento, da libertação total, simbolizada pelo que a bíblia chama de “céu”.
Apesar de não existir na bíblia a expressão livre arbítrio, podemos perceber isto nitidamente. Deus continua preocupado com a sua criação e continua mandando mensageiros, a sua igreja, para proclamar a todo mundo, que Ele não tem prazer na morte de ninguém e, assim como para a família de Ló a direção foi buscar abrigo na cidade de ZOAR, para nós, no presente, a saída é buscar “O caminho; A verdade; e a Vida”, Jesus de Nazaré (Jo 14.6).
Qual a nossa decisão? SODOMA OU “ZOAR”(CÉU), oferecido gratuitamente através do sacrifício vicário de Jesus. A mulher de Ló estava a um passo da vitória, mas preferiu “OLHAR PARA TRÁS”. Para aqueles que já decidiram sair de Sodoma, quero aconselhar-lhes a tomar como exemplo a decisão, errônea, desta mulher e afirmar-lhes que não há mais como voltar atrás. Jesus afirmou que “aquele que lança mão no arado e olha para trás não é apto para entrar no reino dos céus.” (Lc 9.62)
Soli Deo Glória
Juvenal M. de Oliveira Netto

PIB da Aldeia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto

Sou casado com Nilcéia e temos duas lindas filhas. Me alistei no Exército de Cristo a cerca de 24 anos atrás. Desde então meu alvo é agradá-lo em tudo o que faço. Meu maior prazer é anunciar as boas notícias do Senhor Jesus, sendo um profeta (aquele que fala em o nome do Senhor) para esta geração.